Fique por cima!

Example frontpage image

Pernas de pau ou Zancos

Na China existe um velho costume chamado "andar em pilares", é uma performance onde se usam dois bastões de madeira de mais de três metros amarrados às pernas e se anda com eles. è também chamado de "amarrado a pernas altas". Este tipo de performance pode ser pesquisado até origens bem antigas. Está descrito em "Leizi" (um livro): " Tinha um homem chamado Lanzi no estado de Song (aprox. sec. 7 A.C.) que entretia o primeiro imperador Songcom seu ato de andar e correr com duas barras de madeira maiores do que ele próprio amarradas às pernas. Performistas se vestem com caracteres legendários e atuam com longas barras de madeira amarradas aos pés. É uma atuação típica de feriados especialmente popular em algumas áreas.

Em Landas, um lugar ao sudoeste da França, aonde existe o maior bosque da França, especialmente de pinhos plantados por Napoleão III nascem os Zancos. No século VIII, Landas era um lugar onde a vegetação era principalmente de arbustos, ervas e rasteiras, aqui viviam sobretudo pastores de ovelhas e com o fim de abrir caminho entre a vegetação e não molhar os pés nos pântanos, e sobre tudo para cuidar das suas ovelhas de longe, os pastores usavam as pernas de pau, aí começaram a ser conhecidas como "Zancos".

As pernas de pau se usaram também na Espanha por agricultores para chegar às frutas das árvores. 

A prática de pernas de pau como instrumento de trabalho para os pastores e agricultores praticamente desapareceu entre os séculos XIX e começo do século XX. Agora os zancos ou pernas de pau, tem um fim circense.

 

 

Materiais

  • Madeira
  • Bambú
  • Ferro
  • Aluminio
  • Duraluminio
  • Polímeros (Plástico)
  • Fibras (vidro, kevlar, carbono)

Hoje em dia

As pernas de pau passaram por muitas modificações através dos anos,  existem varios materiais e modelos, mas continuam sendo a forma mais fácil de ficar por cima.

 

Quer tentar?

Se você quer realmente andar sobre pernas de pau, recomendamos faze-lo gradativamente, comece sobre latas de tinta amarradas com corda, depois consiga algéum para lhe emprestar um par de pernas-de-mão, procure quem lhe ensine com pernas autônomas e depois vá para as de salto.

Nota: Recomendamos SEMPRE que use por primeira vez as pernas sob supervisão de pessoa experiente.